expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

.

.

quarta-feira, fevereiro 29, 2012

A Saúde Publica no Brasil e no Mundo



Esperou Pelo SUS e Pelos Políticos, olha só onde foi parar  
Pra Inicio de Conversa: 29/02/2012

01-. Investigação do INCRA/RN comprova venda de lotes em assentamentos. Já vem de muito tempo esta duvida do MDA/INCRA sobre desvio de finalidade nos Assentamentos e agora os Órgãos viram uma realidade nua e crua, há sim desmando nos Assentamentos. Falta acompanhamento serio.  

02-. Rio Grande do Norte tem maior arrecadação da história. Bom, se tem Grana porque a Saúde, Educação, Segurança e Agricultura estão gritando por melhores condições de trabalho e Salários Condignas. Falta gerenciamento    

03-. Sem respostas do Governo, professores decidirão sobre greve. Só faltava isso, uma greve no inicio do ano Letivo, agüenta Rapaziada.    

04-. Governadora garante pagar o piso. Como consolo a Governadora anuncia que vai pagar o piso Nacional. Quando dona

05-. Pesquisa indica que maioria dos brasileiros é favorável ao emprego das Forças Armadas no combate ao crime. Olha só Cidadão, se os Governos derem a devida atenção as Policias Civil e Militar nos Estados com certeza eles combatem os Crimes e Inclusive Organizado, é só os Governos deixarem de fazer politicagem com coisa seria. Fica o recado    

06-. Humilhação. A Saúde no Brasil virou negocio da China e na Quebrada Velha de Guerra um desastre, todos sabem que os que ficam na Unidade de Saúde não têm autonomia pra nada e eles mesmos revelam a quem procura como foi o caso hoje com dona Izabel Cristina da Silva, em conversa com a Secretaria de Saúde, observa-se a boa vontade da pessoa que lar esta mais não é Gestora da Saúde. Tudo é preso ao Gabinete da Prefeita.

07-. A inda sobre dona Izabel Cristina da Silva, a dona Izabel precisa fazer um Exame de custo alto e por tanto procurou o setor de saúde do Município e que ate aconselhei a não procurar porque já sabia da resposta. Um não sonoro, um não debochado, um não prepotente, um não de não faço e quem quiser que procure o SUS o velho e falido SUS, ora, ora, outros Exames mais baratos foi marcado para 02 de Abril vindouro, pelo SUS claro. É muito difícil pra nos Pobres, mais um dia chega-se lar.

08-. Na Conversa com a Prefeita depois de receber um não debochado, a dona Cristina alegou que o Dinheiro para assistência a Saúde vinha e a Prefeita confirmou que realmente vem mais se tem pelo SUS não paga nada Particular a não ser coisas de Urgência e este Exame que o Medico solicitou não é urgente ou urgente é quando esta na beira da Morte. No conceito da Prefeita urgente é quando já esta na anciã da morte. Fazer o que, é o que acha.

09-. Ate ai tudo bem, o pior é que este exame é para dar inicio a um Processo Cirúrgico muito complicado e pelo SUS com certeza será um Deus nos acuda e fazer a Cirurgia particular não temos como pagar e se tivesse não se procurava ninguém inclusive a senhora Prefeita. A quem procurar não tem, é se virar nos 30. Aguardem

10-. Na Área Policial não soube de nada extraordinário. Ou lugarzinho tranqüilo. Mais não vamos relaxar a vigília OK Rapaziada

11-. Ninguém adoeça aqui na Quebrada velha de Guerra, morra logo.  

 Amanha voltarei se Deus Permitir   
Pesquisa indica que maioria dos brasileiros é favorável ao emprego das Forças Armadas no combate ao crime 29/02/2012 - 15h14

Nacional Alex Rodrigues Repórter Agência Brasil

Brasília – A maioria dos brasileiros ouvidos por pesquisadores do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) considera que as Forças Armadas devem ser empregadas no combate ao crime. É o que aponta a terceira edição da pesquisa do Sistema de Indicadores de Percepção Social (Sips), dedicada à defesa nacional, divulgada hoje (29), com o objetivo de avaliar a relação dos militares com a sociedade.

A pesquisa mostrou que 91,7% das 3.796 pessoas consultadas em todas as unidades da Federação consideram que Exército, Marinha e Aeronáutica devem colaborar com as polícias Militar e Civil, atuando também na segurança pública. Os entrevistados só se dividem quanto à frequência com que isso deve ocorrer. Quase metade (47%) diz que o emprego dos militares deve ser constante, enquanto os demais defendem que isso ocorra apenas em algumas situações específicas.

A ideia de que as Forças Armadas atuem cotidianamente contra os criminosos comuns é mais bem aceita entre as pessoas mais velhas, as de menor faixa de renda familiar e as com menor grau de escolaridade. Os resultados, no entanto, não divergem muito dos obtidos entre aqueles que defendem o uso de militares apenas em situações específicas.

A maioria dos entrevistados também respondeu considerar que os militares respeitam a democracia. Para 20,8% dos consultados, contudo, os integrantes das Forças Armadas têm pouco ou nenhum respeito pela democracia. Os demais se dividiram entre os que acreditam que o respeito é total (42,6%) ou razoável (35,3%). O percentual de entrevistados que percebem um respeito apenas razoável à democracia é maior entre os mais escolarizados.

Para 57,6%, é difícil apresentar uma reclamação ou denúncia contra um membro das Forças Armadas. Já para 12,8%, a dificuldade seria razoável. Para 23% seria fácil, enquanto 6,5% não souberam ou não responderam à questão. A percepção varia de região para região do país. No Sul, a soma entre os que consideraram a dificuldade como razoável e os que consideraram que não existe tal dificuldade, foi 46,7%. Já no Centro-Oeste, quase 70% consideraram difícil encaminhar uma reclamação ou denúncia contra militares.

Para a maior parte dos entrevistados, o serviço militar deve continuar sendo obrigatório. Mesmo entre esses, no entanto, mais de um terço (38,3%) defendem que o jovem deveria poder escolher entre a opção militar ou um serviço civil, como a prestação de serviços comunitários e de apoio a populações carentes.

Apenas 8,1% consideraram que as mulheres não deveriam ingressar nas Forças Armadas. Os outros se dividem entre os que concordam com o ingresso, inclusive participando de combates (51%), e aqueles que acham que elas só não devem participar de batalhas (40,4%).

Já no que diz respeito à participação de homossexuais nas Forças Armadas, 63,7% disseram não ver nenhum problema. A maior resistência é encontrada entre os homens. Além de estarem em menor número entre os que concordam com tal hipótese, são a maioria entre os entrevistados que discordam dela. Mais da metade (52%) dos que se dizem contrários vivem na Região Sul, enquanto 67,5% dos que concordam moram na Região Centro-Oeste.

Pouco mais de 41,2% dos entrevistados acreditam que os militares das Forças Armadas dispensam um tratamento igual a todos os cidadãos, sem efetuar discriminações de qualquer espécie. Trinta e nove por cento discordam dessa percepção, que é mais fraca nas regiões Sudeste e no Nordeste, nas quais menos de 40% dos consultados concordam que os militares não fazem nenhum tipo de discriminação.

Ao serem perguntados se a carreira militar, atualmente, é atrativa aos jovens, a maioria, 64,7%, disse que é, ao menos, razoavelmente atraente, enquanto 34,9% disseram se tratar de uma carreira pouco ou nada atraente. Edição: Lana Cristina


Pesquisa do Ipea revela desconhecimento de brasileiros sobre Lei da Anistia 29/02/2012 - 16h16


Pesquisa do Ipea revela desconhecimento de brasileiros sobre Lei da Anistia 29/02/2012 - 16h16

Nacional Alex Rodrigues Repórter Agência Brasil

Brasília – Divulgada hoje (29) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a terceira edição da pesquisa Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS), que trata da defesa nacional, revela que boa parte dos brasileiros desconhece a Lei da Anistia. Mais de 74% das 3.796 pessoas consultadas em todas as unidades da federação disseram que não conhecem ou apenas ouviram falar superficialmente sobre a lei.

Promulgada em agosto de 1979, ainda durante o regime militar, a Lei nº 6.683 é fruto de longa campanha e, entre outros pontos, concede anistia aos que cometeram crimes políticos ou conexos cometidos entre 2 de setembro de 1961 e 15 de agosto de 1979, bem como aos que tiveram seus direitos políticos suspensos, além de servidores públicos e sindicalistas que sofreram perseguição política.

Embora o debate sobre a possível revisão da lei tenha voltado à pauta recentemente, apenas 24,3% dos entrevistados disseram saber do que trata a norma. A este grupo os pesquisadores perguntaram se deveria haver algum tipo de investigação e/ou punição para os crimes cometidos durante o regime militar.

Entre os que têm conhecimento da lei, 20,3% disseram que não deve haver nenhum tipo de investigação. Para 11,8%, os crimes cometidos durante o regime militar devem ser apurados, mas sem punições. Os 67% restantes manifestaram-se a favor da investigação e de algum tipo de punição para os responsáveis – sendo que 22,2% defendem a punição apenas dos agentes do regime, 11,4% só para os que participaram de grupos armados de oposição e 33,4% para todos os envolvidos.

Segundo Rodrigo Moraes, o técnico de Planejamento e Pesquisa do Ipea, o objetivo da pesquisa, realizada em agosto do ano passado, é captar a percepção da população brasileira sobre a defesa nacional e auxiliar os responsáveis pela tomada de decisões sobre o assunto, que, embora “ainda distante do cotidiano da maioria da população”, vem conquistando maior espaço à medida que cresce a projeção brasileira no exterior.  Edição: Nádia Franco

postheadericon Mulher capota carro na BR 405



A Polícia Militar foi informada do acidente de transito às 18h20min de ontem (28), para o local do ocorrido foi encaminhada uma equipe de Resgate do CBOM, as guarnições do 4º DPRE e uma RP da Polícia Militar, em seguida foi comunicada o fato a PRF para as providencias cabíveis.

A funcionária Publica Estadual Martiliana Ferreira da Cruz, residente no Bairro João XXIII, em Pau dos Ferros/RN, seguia pela BR 405, sentido Pau dos Ferros/RN /São Francisco do Oeste/RN, conduzindo um veiculo prisma, cor preta, placa NNO 5338/RN, e na altura do KM 187,6 Sítio Alencar, zona rural de Pau dos Ferros/RN perdeu o controle de direção e capotou, ficando as margens da BR com os quatro pneus para o ar.

Martiliana no momento que estava sendo socorrida pelo Resgate do CBOM reclamava de dor no pescoço, a mesma foi levada para o HRCCA e ficou em observação medica e passa bem
Larissa Rosado Uma Jovem Deputada que merece ir longe


Assassinato de mulheres é alarmante em Mossoró, diz Larissa Rosado
 Publicado por Robson Pires, na categoria Notas às 13:32
O crescente número de denúncias sobre violência contra a mulher foi o tema do pronunciamento da deputada Larissa Rosado, na sessão plenária desta quarta-feira. Na ocasião, a parlamentar falou sobre a morte de uma funcionária sua, no último domingo, em Mossoró. Cristiana Viana tinha 35 anos e foi brutalmente assassinada. O corpo foi encontrado na Estrada do Óleo, próximo ao conjunto Integração, na Zona Norte de Mossoró. “Em menos de 24 horas duas mulheres foram assassinadas em Mossoró. Precisamos que medidas urgentes sejam tomadas”, declarou a deputada.
Em seu pronunciamento, Larissa apresentou dados da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, mostrando que 336 procedimentos de investigação de violência contra mulher foram instaurados em Mossoró. “Segundo o Juizado da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, são cerca de 40 ocorrências por mês. Esse número representa mais de uma agressão por dia. É algo alarmante”, disse Larissa.


Isto é Natal isto é Ponta Negra isto é Nordeste isto é Brasil



CPMI da Violência contra a mulher pode visitar Rio Grande do Norte
 
CPMI da Violência contra a mulher pode visitar Rio Grande do Norte
A  líder do PSB na Câmara, deputada Sandra Rosado (RN), apresentou  nesta terça-feira (28) requerimento para que a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Violência contra a Mulher visite o Rio Grande do Norte e a cidade de Mossoró. A Comissão foi instalada nesta quarta-feira (28) e tem o objetivo de diagnosticar as lacunas existentes na área e apontar medidas para perfeiçoar os mecanismos de proteção à mulher.
A deputada aponta que apesar do Rio Grande Norte ser um estado em que as mulheres são culturalmente guerreiras, a ocorrência de crimes contra a mulher tem tirado o sossego da população. “Eu gostaria que a comissão acompanhasse o derramamento de sangue que infelizmente vem ocorrendo no nosso Estado. Não é admissível que mulheres sejam brutalmente assassinadas. Além disso, a gente vê a omissão  quando vai atrás de um legista ou da polícia”, protesta.
A parlamentar citou, por exemplo, o caso de Cristiana Barreto Viana, de 36 anos, funcionária da deputada estadual Larissa Rosado. No fim de semana, a mulher foi encontrada morta em Mossoró após levar quatro tiros. “Lembro que ela saiu às 18h30 da casa da minha filha porque resolveu conversar comigo justamente sobre violência contra a mulher e relatou que já sofreu com isso. Mas, hoje, se um homem viesse fazer algo contra ela, levaria um soco. Infelizmente ela não teve tempo”, contou a deputada. O requerimento de Sandra Rosado deve ser votado na próxima semana.




Ou Lugarzinho Tranquilo Zé das Cabras 

charge290212

O que falta mesmo em Mossoró senhores dos Governos, que vergonha todo dia anuncio de mortes por vários motivos inclusive por trafico, algo esta errado e vocês não admitem. Fica a Indagação     

Charge de Sinfronio no Diario do Nordeste Ceara alterada por Cobra


Politico Unido já mais sera perdido ou será ?

terça-feira, fevereiro 28, 2012

Plantão Policial na Quebrada Velha de Guerra e outras Ribeiras


Informação do Blog Nossoparana dando conta de um Acidente agora Pouco na BR 405, mais informação no blog nossoparana  
Pra Inicio de Conversa: 28/02/2012

01-. O clima esta frio e parece que vai chover agora à noite, quem sabe é a natureza claro.

02-. Continuam os buchichos da Política local e por sinal muito divertido as conversas de Calçadas, o Povão sabe tudo e mais alguma coisa, se cuide os políticos. Hum

03-. Na área da Segurança Pública a Quebrada Velha de Guerra parece tranqüila sem alterações ou arruaça, o Comandante do Destacamento esta na área fazendo seu trabalho e a viatura circulando o dia todo pelas Ruas, quem pensar em fazer alguma arruaça desista OK Moçada. Fazer segurança com cabeça é assim.

04-. Na área de Saúde é aquele trabalho pelo velho e falido SUS, se tiver vaga nos conveniados terá assistência se não fica sem. Fazer o que Zé Mochila.

05-. O Processo de cassação de mandato por infidelidade partidária esta andando rápido e deve ser julgado logo em breve. Aja Coração.

06-. O Processo do servidor demitido sem justa causa esta em Pauta de Julgamento para dia 06/03/2012 pelo Pleno do Tribunal de Justiça do RN. Com certeza têm alguma ansiedade de ambas as partes.

07-. Repasse do Tesouro Nacional para Prefeitura de São Francisco do Oeste disponível a manha 29/02/2012. Valor Bruto R$ 175.372,75, Desconto na fonte R$ 48.863,97. Deve dar para pagar os Servidores Efetivos amanha. Informações dão conta que os Servidores da Educação já receberam. Valeu

08-. Têm algumas pessoas precisando de tratamento de Saúde de alto custo que a Prefeitura não vai bancar com certeza, qual caminho estas pessoas devem tomar 01. Procure a Secretaria de Saúde, 02. Se não derem procure a Promotoria de Justiça com ou sem Advogado e peça a intervenção do Ministério Público, não pode é ficar sem o tratamento porque é um direito seu e quem esta indo buscar na Justiça esta ganhando todas. Quem não souber como fazer procure algum que lhe oriente.

Por hoje é só, amanha voltarei se Deus Permitir          

O clima esta para chover

O Clima esta parecido que vai chover na Quebrada, esta é a imagem agora  
Inicia seminário com organizações sociais do campo
27/02/2012

Os principais movimentos sociais do campo estão reunidos na tarde desta segunda-feira (27), no auditório do Centro de Estudo Sindical Rural - CESIR/CONTAG, em Brasília, para aprofundar os debates e estabelecer estratégias de mobilização que possam ser realizadas de forma articulada entre as entidades. O Seminário Nacional de Organizações Sociais do Campo está sendo coordenado pela CONTAG, Via Campesina e Fetraf, que compõem a Comissão Organizadora do evento.
A mesa de abertura política contou com a presença do secretário de Política Agrária da CONTAG, Willian Clementino, do representante do MST, José Batista, e da representante do Movimento de Mulheres Camponesas e da Via Campesina Brasil, Rosângela Piovisani Cordeiro, e do membro da Associação Brasileira de Reforma Agrária (ABRA) e aposentado do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), Guilherme Delgado. Ao abrir as falas, Willian disse que o seminário acontece no momento em que os movimentos trazem reflexões acumuladas durante vários anos. “Precisamos buscar e zelar pela construção de ações conjuntas dos movimentos sociais e, para isso, temos que ter maturidade, sabedoria e fraternidade para realizar essas ações do ponto de vista coletivo, independente das ações individuais de cada organização. Acreditamos que em 2012 a pauta de reforma agrária do Grito da Terra Brasil possa ter consenso com a pauta do Abril Vermelho, da Jornada da Agricultura Familiar, ações das mulheres e de outras ações promovidas pelas organizações sociais do campo brasileiro”, opina.
Já Rosângela, assumiu que tanto as pautas sozinhas das organizações do campo quanto a pauta conjunta têm avançado pouco. “Temos que ter, de fato, essa capacidade da articulação e dizer ao governo que dessa forma não dá. A ideia é chegar a um consenso de alguns pontos nesse seminário e amanhã dialogar com o parlamento e o governo e apresentar quais questões que não abrimos mão”, desabafa.
Nesse sentido, José Batista levantou alguns desafios enfrentados pelos movimentos sociais que lutam pela terra, como a dificuldade de pautar a reforma agrária no governo e na sociedade, por exemplo. “No ano passado, o governo cedeu algumas coisas no processo de negociação das dívidas apenas com a pressão conjunta dos movimentos”, avalia.
Depois da abertura política, Guilherme Delgado deu início à análise de conjuntura do cenário agrário brasileiro. O professor afirmou que o agronegócio significa acúmulo de capital e concentração de terra. “Essa acumulação é inimiga da função social e ambiental. Por isso, não permitem a revisão dos índices de produtividade da terra e colocam em votação um novo Código Florestal. Esse movimento de valorização e concentração fundiária persegue o conceito da renda fundiária nas terras, nas minas, nos campos petrolíferos e nas quedas d’água, que trazem um lucro extraordinário que só é possível a partir da mediação do governo”, atesta Delgado.
O seminário conta também com a participação dos secretários da CONTAG de Formação e Organização Social, Juraci Souto; de Assalariados (as) Rurais, Antonio Lucas; de assessores da entidade; do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA); da Comissão Pastoral da Terra; da Cáritas Brasileira; do Conselho Indigenista Missionário (CIMI); do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB); e da Universidade de Brasília (UnB).
De Caicoocity, ainda, para o mundo!! Veja se você se enquadra numa delas…hahaha

Publicado por Robson Pires, na categoria Notas às 16:59

No Sertão de Carne e Ossos

Dois Políticos estavam devendo os Cabelos da cabeça e não tinham como pagar, foi ai que um teve a Ideia, Zé Lisim disse a Zé Pirado, vamos ficar pendurados numa Arvore por uma corda e mandar chamar nossos credores, assim fizeram e deu certo, os 02 foram acerta conta com Lúcifer      

Para ONU, mundo enfrenta ciclo vicioso de exclusão social associada ao uso de drogas 28/02/2012  14h09

Internacional Saúde Paula Laboissière Repórter da Agência Brasil

Brasília – Ao comentar os dados divulgados pela Junta Internacional de Fiscalização a Entorpecentes (Jife), o representante do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (Unodc) no Brasil, Bo Mathiasen, disse hoje (28) que o mundo enfrenta um ciclo vicioso de exclusão social associada a problemas provocados pelo consumo de drogas.

Durante coletiva de imprensa, ele destacou que as transformações políticas registradas em todo o planeta afetam diretamente a vida das pessoas e que aspectos como a desigualdade social e as mudanças de valores tradicionais influenciam no aumento do uso de drogas por comunidades consideradas vulneráveis.

A recomendação do Unodc, segundo Mathiasen, é que essas comunidades marginalizadas – sobretudo jovens pobres – sejam mais bem amparadas por meio de serviços de prevenção ao consumo de drogas, de tratamento e reabilitação e de promoção de modelos de condutas positivas. O representante da ONU defendeu ainda que sejam adotadas medidas de reabilitação, de policiamento comunitário e de acesso a oportunidades de emprego e lazer.

Ao tratar especificamente do cenário brasileiro, Mathiasen reforçou os elogios feitos pela Jife em relação a iniciativas para combater o tráfico de drogas no país, como as unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). Ele citou ainda a retomada de áreas tradicionalmente ocupadas pelo crime organizado, como ocorreu no Morro do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro.

“O governo brasileiro teve bastante êxito em apreender alguns traficantes importantes que atuavam nessas regiões marginalizadas, sinalizando para a população que está querendo acabar com essas atividades e tornar essas comunidades mais seguras, incluindo-as no contexto de desenvolvimento econômico e social do país”, destacou. Edição: Juliana Andrade
Magia de Sabores Comunica


Prefeitos buscam apoio para pagar parte dos gastos com piso do magistério 28/02/2012 - 10h59

NacionalPolítica Marcos Chagas Repórter da Agência Brasil

Brasília - Prefeitos de todo o país estão hoje (28) em Brasília para buscar apoio parlamentar e tentar um acordo com o governo federal que permita cobrir parte dos gastos que os municípios terão com o pagamento do Piso Nacional do Magistério e a revisão da lei pelo Parlamento. O Ministério da Educação definiu em R$ 1.451 o valor do piso para 2012, um aumento de 22,22% em relação a 2011.Outra pauta prioritária da agenda é a retomada imediata, pelo Congresso, da distribuição igualitária entre estados e municípios dos royalties do petróleo extraído da camada pré-sal.

O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, disse há pouco que ainda hoje os prefeitos terão encontro com os presidentes do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e da Câmara, Marco Maia (PT-RS). Eles vão se reunir durante todo o dia no Auditório Petrônio Portella, no Senado. "Nós esperamos contar também com o apoio dos governadores, mas quem está articulando isso é o André Puccinelli [governador de Mato Grosso]", acrescentou o presidente da CNM.

Segundo ele, só o impacto financeiro no cofre das prefeituras com a adoção dos novos salários dos professores será R$ 7 bilhões, se considerados também os gastos com os inativos. "Sem a efetiva participação da União", disse Ziulkoski, o piso vai desequilibrar as contas.

De acordo com o presidente da CNM, o contingenciamento de recursos orçamentários pela União agrava ainda mais a situação financeira das prefeituras. Ele ressaltou que, por se tratar de ano eleitoral, todas as obras terão que estar em andamento ou com os recursos do orçamento devidamente empenhados. Edição: Graça Adjuto
SINTE protocola ação na justiça pedindo cumprimento do Piso Salarial Nacional dos Professores

Publicado por Robson Pires, na categoria Notas às 08:49

Nesta segunda-feira (27), a direção do SINTE/RN protocola uma nova ação na Justiça, desta vez pedindo o cumprimento integral da Lei 11.738/08, que versa sobre o Piso Salarial Nacional dos Professores. No documento é solicitada, também, que haja repercussão na tabela salarial do Plano de Carreira da categoria. Com isso, o Sinte realiza uma ação preventiva e fundamentada em tudo o que pode garantir o cumprimento, na íntegra, das duas leis.

A medida leva em consideração o período que o piso salarial deixou de ser complementado e que, pela lei, passou a ser integral e o governo não cumpriu. Esse período é contado a partir de 1º de janeiro de 2010, data em que se deu a integralização do piso. É justamente por esse motivo que a direção solicita, nesta ação, o pagamento da diferença que foi ignorada pelo governo.

Outro ponto da ação que coincide com a posição da CNTE diz respeito ao valor do piso para o nível médio, levando em consideração a carreira do magistério. A ação cita os profissionais ativos e os aposentados (professores/as e Especialistas em Educação, de acordo com a lei do plano de carreira). Foram destacados também os profissionais do quadro suplementar para que ninguém seja prejudicado.
Saúde




Veja no Jornal o Mossoroense

Audiência pública debate fator previdenciário no Senado

Aposentados, pensionistas e representantes dos trabalhadores da iniciativa privada e de sindicatos defenderam ontem o fim do fator previdenciário e uma nova política de valorização dos benefícios daqueles que ganham acima do salário mínimo. O assunto foi debatido pela Comissão de Direitos Humanos, na manhã de ontem, por requerimento do senador Paulo Paim (PT-RS).

Para os participantes da audiência, o atual sistema de cálculo dos benefícios é ruim e prejudica os aposentados desde sua criação em 1999. O coordenador nacional do Fórum Sindical dos Trabalhadores, José Augusto, chamou o fator de "matemática perversa" e "monstrengo tucano", por ter sido criado no governo do presidente Fernando Henrique Cardoso. Já o representante da Nova Central Sindical, Celso de Miranda Pimenta, defendeu a extinção imediata do método de cálculo, afirmando que "não há remédio para um mal incurável".O senador Paulo Paim (PT-RS), por sua vez, considerou o fator previdenciário o "pior dos mundos".

Charge do Jornal o Mossoroense

charge280212

Charge de Sinfronio no Diario do Nordeste Ceara

Touro bate recorde com os maiores chifres do mundo Publicado por Robson Pires, na categoria Notas às 23:26



Um touro que vive em uma fazenda em Queensland, na Austrália, entrou para o Guinness com os maiores chifres do mundo. Eles medem impressionantes 2,76 metros de comprimento, de uma ponta a outra, segundo o jornal inglês “Daily Mail”.

O blog comenta: Se esta galhada fosse de um marido corneado valeria a expressão de corno manso, com certeza!

segunda-feira, fevereiro 27, 2012

Pra Inicio de Conversa: 27/02/2012

01-. Desleixo e prepotência. A nossa Quebrada velha de Guerra já teve várias Metodologia de administração, a do desastre extremo, a do desleixo total e a da prepotência que é a mais terrível delas, em nome de alguns tijolos e pedras sentadas endeusam a prepotência extrema e quando o Cidadão precisa de socorro leva um não sonoroso ao ponto dele não volta mais e se voltar é porque não gosta dele mesmo. Ou é o contrario

02-. Preocupação. Vejo com preocupação o nosso Município que é cortado pela BR 405 onde faz a ligação com varias Estradas Vicinais que ligam ao Ceara ate a BR 116 e tantas outras Estradas. Preocupante sim mesmo com a vigília feita pela Segurança Pública  

03-. Bochichos. Volta os bochichos Políticos das calçadas onde contam cada historia de arrepiar cabelo e outras de tremer o Chão, são varias as historia de aderência, aderir, passar por outro lado deixar de ser Bacurau deixou de ser Bicudo e tantas outras historias cabeludas e delas bem humorada que torna engraçadas fazendo os sisudos sorri. Coisas de Política em Quebrada Pequena.

04-. Alguns boatos dão conta de um desgaste terrível da parte de alguns Políticos Mirim e ate mais Graúdos metido a chefe que estão usando a Prepotência e Arrogância como pano de fundo dando bronca em todo mundo que lhe procura com um problema inclusive de Saúde. Que coisa ei.

05-. Plantão Policial na Quebrada Velha de Guerra. Nas ultimas 24 horas não ouvi falar de arruaça ou contenda mesmo com muita gente bebendo Barda não houve alterações. Isso é bom, mais preocupa as travessias da BR 405 para as Estrada Vicinais adentrado pras bandas do Ceara onde tem varias Veredas esquisitas e desertas. Qualquer rumor ou ruído de algum Vampiro ou Lobisomem chame a Policia. OK Moçada

06-. Na área de Saúde já se sabe que é só pelo SUS e o resto que se vire como puder assim esta se virando uma família que estão preparada para pagar o tratamento de uma Parente por conta própria e para isto já foi vendido algum bem. Valeu Rapaziada.
Vou indo e volto amanha se Deus permiti, a todos nossas saudações  
O Lucro do Veneno e quem quiser que morra Zé
Piso nacional do magistério de 2012 é definido em R$ 1.451 27/02/2012 - 17h06

Educação Amanda Cieglinski Repórter da Agência Brasil

Brasília – O Ministério da Educação (MEC) definiu em R$ 1.451 o valor do piso nacional do magistério para 2012, um aumento de 22,22% em relação a 2011. Conforme determina a lei que criou o piso, o reajuste foi calculado com base no crescimento do valor mínimo por aluno do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) no mesmo período.

A Lei do Piso determina que nenhum professor pode receber menos do que o valor determinado por uma jornada de 40 horas semanais. Questionada na Justiça por governadores, a legislação foi confirmada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no ano passado.

Entes federados argumentam que não têm recursos para pagar o valor estipulado pela lei. O dispositivo prevê que a União complemente o pagamento nesses casos, mas, desde 2008, nenhum estado ou município recebeu os recursos porque, segundo o MEC, não conseguiu comprovar a falta de verbas para esse fim.

Em 2011, o piso foi R$1.187 e em 2010, R$ 1.024. Em 2009, primeiro ano da vigência da lei, o piso era R$ 950. Alguns governos estaduais e municipais criticam o critério de reajuste e defendem que o valor deveria ser corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), como ocorre com outras carreiras.

Na Câmara dos Deputados, tramita um projeto de lei que pretende alterar o parâmetro de correção do piso para a variação da inflação. A proposta não prosperou no Senado, mas na Câmara recebeu parecer positivo da Comissão de Finanças e Tributação. A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) prepara uma paralisação nacional dos professores para os dias 14,15 e 16 de março com o objetivo de cobrar o cumprimento da Lei do Piso.

Edição: Lana Cristina


Mistura de energético com álcool pode causar morte súbita. Diga aos filhos

 Publicado por Robson Pires, na categoria Notas às 15:19


Para prolongar os efeitos dos destilados, os jovens brasileiros têm utilizado, a combinação de energéticos e substâncias alcoólicas. Não é incomum observar o consumo desenfreado dessa mistura que, como consequência, potencializa o álcool no organismo e eleva as chances do desenvolvimento de problemas cerebrais, além de doenças cardíacas como a arritmia, crises de pressão alta e até mesmo a morte súbita.

 “A associação entre bebida e energético funciona como uma bomba”, afirma o Dr. Sergio Timermam, cardiologista do Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas de São Paulo. O especialista revela que os fãs deste mix são, especialmente, os jovens com o desejo de mascarar o gosto da vodca, por exemplo, ou para prolongar a noite e manter a falsa sensação de “concentração”, visto que a bebida é um estimulante que diminui o sono e aumenta a vigília dos adolescentes.

Entretanto, é falsa a impressão de repentina energia que a substância provoca. Ainda que o energético contenha propriedades estimulantes como a cafeína, os efeitos da ingestão alcoólica continuam os mesmos, inclusive, com a diminuição dos reflexos em decorrência do álcool. Outro debate que envolve os energéticos se dá pela eliminação dos efeitos depressivos da bebida, o que é uma inverdade, segundo o cardiologista. “Se uma pessoa já apresenta pré-disposição à depressão ou já é diagnosticada com a doença, ela sofrerá os mesmos efeitos da mistura e da patologia. O que muda é a ausência da lentidão provocada pelo álcool”, justificou.

Alguns dos sintomas da explosiva combinação são indícios de alerta para aqueles que consomem a bebida. Para aqueles que já apresentam uma sensibilidade à cafeína, a probabilidade de aumentar a aceleração dos batimentos cardíacos, episódios de pressão alta e até o mesmo óbito são as decorrências nocivas do problema. Além do aumento da ansiedade, os jovens podem sentir insônia, dores estomacais, tremedeira e até mesmo intoxicação por cafeína. Vale ressaltar que para os indivíduos suscetíveis à mistura, qualquer quantidade da bebida pode desencadear males à saúde.

É fato comprovado que qualquer excesso é prejudicial ao organismo e com a junção do energético e álcool não é diferente. O abuso no consumo certamente manifestará seus sintomas quase que imediatamente e o especialista alerta para o consumo do energético não apenas com bebidas alcoólicas, mas com outras drogas e lamenta esse comportamento do jovem. “Infelizmente essa associação vai vitimar muitas pessoas, principalmente os adolescentes que bebem cada dia mais. A família deve tomar uma atitude e proibir o uso de qualquer bebida danosa, seja o energético ou o álcool”, diz o Dr. Sergio Timerman.

Se o estrago já foi feito e os sintomas de palidez, tremores, oscilação da pressão ou aumento da frequência cardíaca não desapareceram, o jovem deve ser encaminhado imediatamente ao atendimento profissional para que os especialistas façam o prognóstico e direcionem o paciente à melhor forma de tratamento imediata. Na maioria dos casos, os batimentos cardíacos e a pressão arterial são controlados, mas os adolescentes saem do hospital com a recomendação dos médicos para não mais fazer uso da combinação.

Diga não aos filhos

Mesmo que a comercialização do energético tenha sido aprovada em 1998 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), alguns alertas estão explícitos nas embalagens dos produtos, como a forte concentração de cafeína e a recomendação para não misturar a substância com o álcool. Por isso, os melhores orientadores nesses casos são os pais, que podem conversar e direcionar os filhos e mantê-los sob controle e atentos aos males causados pela combinação.

Os Bambas



Ricardino da Mão molhada X Zé Lesim da Mão grande ?
Ministério da Saúde vai avaliar qualidade de serviços prestados a gestantes no SUS 27/02/2012 - 12h27

Saúde Paula Laboissière Repórter da Agência Brasil

Brasília – A partir do mês de abril, o Ministério da Saúde vai entrar em contato, por telefone, com mulheres que tiveram filhos em unidades do Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo é avaliar a qualidade dos serviços prestados às gestantes, incluindo o pré-natal, o parto e o pós-parto.

Os números de telefone, segundo a pasta, serão obtidos nos formulários de Autorização para Internação Hospitalar, preenchidos pelos próprios profissionais de saúde. No documento, constam também informações como quantos e quais procedimentos hospitalares foram realizados e se a mulher teve direito a levar um acompanhante para a sala de parto.

A estratégia de avaliar a qualidade dos serviços prestados às gestantes, de acordo com o ministério, é inédita e integra as ações do Rede Cegonha, lançado pelo governo federal no ano passado. O levantamento será feito pela Ouvidoria Nacional do SUS. A partir dos resultados, relatórios de avaliação do atendimento serão enviados para os gestores locais.

Edição: Juliana Andrade


Continua operação para tirar pacientes do corredor do WG

27 de fevereiro de 2012 às 8:50 — 1 comentário

A segunda-feira começa com mais uma edição da operação desospitalização no Walfredo Gurgel.

 Mais uma vez, disparada pela Secretaria de Saúde e comendada pela Cohur (Coordenação de Hospitais), representada pela médica Almerinda Queiroz; pelo Samu Metropolitano, sob responsabilidade de Luiz Roberto Fonseca, e ainda por representantes do PID – Programa de Internação Domiciliar – e pela UGV – Unidade de Gerenciamento de Vagas.

 As equipes se instalarão na entrada do Walfredo, farão triagem na entrada e  nos corredores em busca de humanização, e encaminharão para atendimento todos os pacientes que estiverem nos corredores.

 “Querer manter pacientes 52 dias no corredor do HWG à espera de cirurgia ortopédica, no punho, na falange, e achar isso normal??? Achar que piorou??? Tem gente que nao gosta de gente!!!”, declarou via twitter, Luiz Roberto, diretor do Samu…querendo dizer o quê mesmo, hein?

 Cabe ao Ministério Público – Promotoria da Saúde – investigar o que quis dizer o gestor.

 Que é grave o que ele disse…alguém tem dúvida?

Postagens populares

DOCUMENTAÇÂO PARA ENCAMINHA SALARIO MATERNIDADE OU AUXILIO DOENÇA

DOCUMENTAÇÂO PARA ENCAMINHA SALARIO
MATERNIDADE OU AUXILIO DOENÇA

-. Certidão de Nascimento ou Casamento;
-. CPF, Identidade, Carteira Profissional e Titulo Eleitoral;
-. Prontuário Familiar;
-. Requerimento de Matricula dos Filhos, se tiver;
-. Ficha de Emergência, se tiver;
-. No caso de auxilio doença Atestado Médico.
-.No caso de Salário Maternidade Declaração de
Nascido Vivo e Certidão de Nascimento.
-. Carteira do Sindicato, se tiver, não tendo será
necessário fazer; para fazer a inscrição no sindicato,
trazer 2 fotos 3 x 4 e os documentos citados
-. Guia de Contribuição Sindical; se tiver;
-. Incra Atual da terra onde trabalha;
-. Contrato de Parceria ou Comodato Rural;
-. Declaração do Proprietário;
-. No Mínimo um documento contemporâneo
que prove ser agricultor(a)
-. Declaração de 3(Três) confrontantes da terra
onde trabalha e copia ITR de cada um deles

OBS: 02 Xérox de Cada Documento