expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

.

.

sexta-feira, junho 24, 2016

RN registra 11 mil casos de chikungunya; crianças e idosos são os mais afetados

Foto: Valéria Lima / MH

O Rio Grande do Norte registrou até 11 de junho deste ano 11.707 casos de chikungunya, sendo 1.559 confirmados. As crianças menores de 4 anos e idosos acima de 50 anos são os mais afetados pela doença. 

Os municípios de Extremoz, Macaíba, Natal, Parnamirim e São Gonçalo do Amarante concentram o maior número de casos notificados. A 2ª região de Saúde, em Mossoró, e a 4ª, em Caicó, completam a lista de regiões mais afetadas do Estado. 

Os dados foram divulgados pela Secretaria do Estado de Saúde Pública (Sesap) nesta sexta-feira (24). 

De acordo com a Sesap, a incidência da doença em 2016, considerando a população de 100 mil habitantes, mostra que os indivíduos mais atingidos pela febre de chikungunya são menores de 4 anos e adultos acima de 50 anos. 

"Esse comportamento aponta para a gravidade da doença nesses grupos etários, tendo em vista que nos menores as defesas imunológicas estão em construção e nos maiores de 50 anos, encontra-se grande número de pessoas com outras doenças de base que, associadas ao CHIKV, podem agravar o quadro da doença, podendo mais facilmente evoluir para óbito", relatou a Secretaria. 

A Sesap revelou ainda que este ano o Rio Grande do Norte registrou 4 mortes decorrentes de chikungnya. 

Em maio deste ano, o MOSSORÓ HOJE consultou o infectologista Fabiano Rodrigues sobre os frequentes casos de chikungunya registrados em Mossoró, causando inclusive, a lotação das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). 


RN registrou 52 mil casos de dengue 

Os números relacionados à dengue no RN são os mais preocupantes devido o aumento gradativo. No ano passado foram registrados 24.553 casos suspeitos de dengue. Já este ano - até o dia 11 de junho, 52.750 casos foram registrados. 

Dos casos notificados, 7.523 (14,26%) foram confirmados, 7.440 para dengue, 72 como dengue com sinais de alarme e 11 como dengue grave. 

Em 2015 no mesmo período foram confirmados 5.389 (21,95%), para dengue foram 5.332, dengue com sinais de alarme foram 48 e 9 como dengue grave.

Em 2016, 122 (73,1%), dos municípios apresentam uma alta incidência acumulada de dengue, que são municípios que notificaram mais de 300 casos da doença por 100.000 habitantes. 31 (18,6%) com média incidência, 13 (7,8%) com baixa incidência e 1 município (0,6%) silencioso, ou seja, não notificou nenhum caso suspeito de dengue nesse período.

RN registrou 4 mil casos de Zika Vírus 

De acordo com o levantamento divulgado pela Sesap, o Estado registrou até o momento 4.250 casos suspeitos de Zika Vírus, sendo 4 casos confirmados. No ano de 2015, para o mesmo período, foram 4.133 casos notificados e 73 confirmados.

Com informações da Assessoria/Sesap

Postagens populares

DOCUMENTAÇÂO PARA ENCAMINHA SALARIO MATERNIDADE OU AUXILIO DOENÇA

DOCUMENTAÇÂO PARA ENCAMINHA SALARIO
MATERNIDADE OU AUXILIO DOENÇA

-. Certidão de Nascimento ou Casamento;
-. CPF, Identidade, Carteira Profissional e Titulo Eleitoral;
-. Prontuário Familiar;
-. Requerimento de Matricula dos Filhos, se tiver;
-. Ficha de Emergência, se tiver;
-. No caso de auxilio doença Atestado Médico.
-.No caso de Salário Maternidade Declaração de
Nascido Vivo e Certidão de Nascimento.
-. Carteira do Sindicato, se tiver, não tendo será
necessário fazer; para fazer a inscrição no sindicato,
trazer 2 fotos 3 x 4 e os documentos citados
-. Guia de Contribuição Sindical; se tiver;
-. Incra Atual da terra onde trabalha;
-. Contrato de Parceria ou Comodato Rural;
-. Declaração do Proprietário;
-. No Mínimo um documento contemporâneo
que prove ser agricultor(a)
-. Declaração de 3(Três) confrontantes da terra
onde trabalha e copia ITR de cada um deles

OBS: 02 Xérox de Cada Documento