Páginas

terça-feira, outubro 21, 2014

PLANTÃO OM COBRA VIA BLOG NOSSO PARANARN 21/10/2014

Carro funerário capota enquanto transportava corpo para Pau dos Ferros/RN


O motorista de um carro funerário, tipo Hilux, cor prata, placa KLC 1355, que transportava um corpo do Recife/RN para Pau dos Ferros/RN, sofreu um acidente nas primeiras horas da manhã desta terça-feira(21), na Br 226 próximo ao Perímetro Irrigado de Pau dos Ferros/RN. 

O funcionário trafegava pela BR-226 quando perdeu o controle de direção e acabou capotando, o sinistro ocorreu por volta das 5h00min. 

De acordo com informações o motorista sofreu escoriações pelo corpo e foi levado para o HRCCA e após atendimento médico recebeu alta e seu companheiro sai ileso.

PLANTÃO O COBRA NO AR 21 DE OUTUBRO DE 2014

NÃO SE PODE BRINCAR EM SERVIÇO EI 

TEM ALGO PRECISANDO SER OBSERVADO URGENTE O K 

8º Encontro Nacional do Poder Judiciário definirá novas metas da Justiça

As metas prioritárias do Poder Judiciário para 2015 e as iniciativas estratégicas para aperfeiçoamento do Judiciário nos próximos cinco anos serão definidas durante o 8º Encontro Nacional do Poder Judiciário, que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) promoverá em novembro, em Florianópolis/SC. Entre as prioridades a serem debatidas, estão a análise crítica dos dados do Relatório Justiça em Números 2014, a ampliação do banco de boas práticas do Poder Judiciário – com o incentivo a estratégias como a conciliação –, a priorização do julgamento de ações coletivas e a expansão do Processo Judicial Eletrônico (PJe).

A avaliação crítica dos resultados divulgados neste ano pelo Justiça em Números, relatório que contém dados relativos a litigiosidade, congestionamento e produtividade do Judiciário do ano de 2013, deve nortear, de acordo com a ministra Maria Cristina Peduzzi, conselheira do CNJ, a estratégia nacional do Poder Judiciário. “No 8º Encontro vamos estabelecer a relação intrínseca entre a avaliação do Justiça em Números e o estabelecimento das metas e das iniciativas estratégicas que serão objeto de contínuo aperfeiçoamento no curso do ano seguinte”, diz a ministra. De acordo com ela, durante o 8º Encontro serão trazidos à tona pelos representantes dos tribunais as reivindicações e necessidades que precisam ser valorizadas e levadas em consideração para a elaboração das novas metas.

O 8º Encontro Nacional do Poder Judiciário também tem por objetivo a ampliação do banco de boas práticas da Justiça, que constitui uma rede de colaboração com efeito pedagógico entre os tribunais – um exemplo de prática bem-sucedida é a conciliação. De acordo com a ministra Peduzzi, a conciliação objetiva viabilizar a prestação jurisdicional e tem ganhado importância pelos seus bons resultados. “Antes nós tínhamos essa prática especialmente no primeiro grau, mas hoje ela é realizada também nos tribunais superiores, não só na fase de conhecimento, mas na fase de execução. Trata-se de uma política em expansão”, diz.
Acesse aqui para mais informações sobre o evento.

Ações coletivas

Com a finalidade de reduzir a taxa de congestionamento da Justiça – que é de 70,9%, de acordo com o Justiça em Números 2014 –, deverão ser privilegiadas, no 8º Encontro Nacional do Poder Judiciário, estratégias que priorizem o julgamento de ações coletivas e recursos repetitivos nos tribunais superiores, ou seja, processos que resolvam o direito de milhares de pessoas de uma só vez. Apesar de o Supremo Tribunal Federal (STF) não estar sujeito à jurisdição do CNJ, essa Corte também deve priorizar o julgamento das questões com repercussão geral. “No Tribunal Superior do Trabalho (TST), por exemplo, temos mais de 40 mil recursos sobrestados esperando decisão de recursos repetitivos, por isso essa política é muito importante”, afirma a ministra Peduzzi.

O julgamento de ações coletivas é tema da Meta 6 de 2014, definida pelo CNJ, que estabelece “identificar e julgar, até 31/12/2014, as ações coletivas distribuídas até 31/12/2011 no primeiro grau e no TST; e até 31/12/2012 no segundo grau”. Segundo informações prestadas pelos tribunais ao CNJ, até julho a Justiça Estadual e a Justiça do Trabalho cumpriram, juntas, 59,22% da Meta 6 na primeira instância e 40,89% na segunda instância, o que significa que, na primeira instância desses dois ramos da Justiça, foram julgadas 48,5 mil ações coletivas ajuizadas até o fim de 2011. Na segunda instância, considerando a Justiça Estadual e a do Trabalho, foram julgadas 6,8 mil ações coletivas distribuídas até o fim de 2012.

Ainda de acordo com o Relatório Justiça em Números, o grande índice de congestionamento, atualmente em 84%, está com o primeiro grau, o que se procurou atacar com a Meta 3 do CNJ, sobre gestão processual. Ela determina “estabelecer e aplicar parâmetros objetivos de distribuição da força de trabalho, vinculados à demanda de processos, com garantia de estrutura mínima das unidades da área fim”.

Nos primeiros sete meses de 2014, quatro tribunais já conseguiram cumprir totalmente a Meta 3: o Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe (TJSE), o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 14ª Região (Acre e Rondônia), o TRT da 23ª Região (Mato Grosso) e o Tribunal de Justiça Militar de Minas Gerais (TJM/MG).

“Não é suficiente o acesso à Justiça; é preciso possibilitar uma eficiente prestação, para que a parte possa ingressar e possa sair também da Justiça”, diz a ministra Peduzzi, que observa que a Justiça do Trabalho já atingiu tempo razoável de duração do processo. “Em geral, hoje na Justiça do Trabalho no prazo de um ano é possível ter uma decisão de primeiro grau e de segundo grau, e em algumas regiões isso é obtido em até quatro meses”, diz.

Outro impulso a ser dado no 8º Encontro é para que os tribunais se informatizem e adiram ao PJe de uma forma mais dinâmica. De acordo com a ministra Peduzzi, a Justiça do Trabalho está muito adiantada e já atingiu praticamente 70% de adesão ao PJe, mas, na Justiça Estadual, com exceção de alguns Estados, a maioria dos Tribunais de Justiça (TJs) ainda estão implantando o PJe de forma incipiente. “Esse é um desafio que vamos buscar para aumentar a celeridade processual”, diz a ministra.
* Com informações do CNJ


NOTA DA CONTAG 21 DE OUTUBRO DE 2014

Na reta final da campanha, Dilma e Lula fortalecem diálogo com pernambucanos 
Descrição: http://www.contag.org.br/img/sep.gif

 Os pernambucanos  terão encontro, nesta terça-feira (21), última antes do 2º turno das Eleições de 2014, com a candidata à reeleição para a presidência da República,  Dilma Rousseff, e com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.  A visita ao estado terá dois momentos de contato direto com a população: no início da tarde, em Goiana, e,  por volta das 16h,  no Recife.

De acordo com a agenda oficial, Dilma e Lula farão uma visita à Fábrica da Fiat, entre 13h e 14h. De lá, seguirão para a Avenida Nunes Machado (Rua da Baixinha), no Centro de Goiana, onde conversarão com trabalhadores e trabalhadoras rurais e urbanos sobre a temática do Desenvolvimento Regional.

Eles deverão chegar à capital pernambucana, no meio da tarde,  para participar da Caminhada Coração Valente,  que tem concentração no Parque 13 de Maio, próximo à Câmara de Vereadores, às 16h. De lá. Dilma e Lula seguirão até a Pracinha do Diário, onde está previsto um Ato público.

Em Petrolina – Também nesta terça-feira, agricultores e agricultoras familiares de todo o Semiárido vão ocupar as ruas de Juazeiro (BA) em defesa do projeto de convivência e para expressar as conquistas e lutas dos povos do Semiárido.  O ato público, que pretende reunir cerca de 30 mil pessoas vindas de Minas Gerais e dos nove estados do Nordeste, terá concentração na orla nova de Juazeiro, a partir das 7 horas.

Em carta divulgada na semana passada “Pelas vidas e dignidade no Semiárido, apoiamos Dilma”, a Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA) atribui ao projeto de convivência construído pela sociedade civil organizada com atuação no Semiárido o impacto da última seca vivenciada na região (2010 a 2013). Apesar de ter sido considerada a pior dos últimos 30 anos – em alguns lugares, dos últimos 60 anos – não causou nenhuma morte humana. “Esse resultado, a ASA credita à sua própria ação e aos programas e políticas governamentais dirigidos ao Semiárido, entre os quais se pode enumerar: Bolsa Família, Bolsa Estiagem, Seguro Safra, Cisternas de Consumo Humano, Cisternas e Tecnologias Sociais para captação de água para produção”, diz um trecho da carta.

NOTA E FOTO DO BLOG POLITICA EM DIA 21/10/2014

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

LIDERANÇAS POLITICAS DE JOÃO DIAS ANUNCIAM APOIO A ROBINSON FARIA PARA O GOVERNO DO RN.

Os projetos de Robinson para a população do Rio Grande do Norte são os principais motivos para o anúncio de apoio à caminhada do 55 de inúmeros prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e lideranças politicas. É o caso de Paulo de Tarso, o grande líder da politica de João Dias/RN, juntamente com o prefeito Gislândio, da presidente da Câmara de Vereadores, Luciana Campos Veríssimo e dos outros 08 vereadores de João Dias, que aca

CHARGE DE SINFRÔNIO NO DIÁRIO DO NORDESTE CEARA 21/10/2014


PLANTÃO O COBRA NO AR 21 DE OUTUBRO DE 2014

ESTAMOS NO AR: RECUPERAMOS A MAQUINA PRINCIPAL O K 

ALIAS, FOI JAILSON FERREIRA QUEM RECUPEROU.

SE VOCÊ ESTA COM PROBLEMA NO SEU COMPUTADOR PROCURE JAILSON FERREIRA, ELE SIM, SABE O QUE FAZ E NÃO É CAREIRO, MAIS CONTATO VEJA AQUI NO BLOG DO COBRA  

segunda-feira, outubro 20, 2014

NÃO DESTRUA SEU VOTO POR DINHEIRO, É CRIME ELEITORAL E COMO TEM GENTE PRATICANDO TAL CRIME

COLUNA PRA INICIO DE CONVERSA 20/10/2014

01-. Tu pra La e eu pra Ca, cada qual no seu terreno o mundo é pequeno pra nos dois: Entenda a xarada.

02-. Plantão Policial o cobra cascavel: Pelo menos as informações dão conta que a Quebrada Velha de Guerra esta tranquila sem alteração da ordem publica, amem.

Mesmo com esta tranquilidade é preciso ficar de olho e ouvidos a espreita, nunca se sabe daqui a pouco o que pode acontecer: Saudações a Segurança Publica.

03-. Pesquisa de manipulação: Vem ai mais 02 pesquisas de manipulação do Eleitor desenformado, cada instituto diz um Numero de diferente e claro, todos são torcedores de algum partido político. Quem der mais leva mais

04-. Andanças: Os Políticos da Quebrada Velha estão fazendo vizitas nas Casas, informação que chega a Redação.

Uma Visita é uma visita e é sempre bom visitar as Pessoas, bom, estas visitas deviam ser constante e principalmente fora de Política. O K Rapaziada.   

05-. Falar em visita: Vai ter umas visitas por estas bandas da Quebrada Velha e não são nada agradável, logo mais ali na frente às visitas terá inicio. Crus credo

07-. Ainda estamos com problemas técnicos no Computador principal, logo teremos ele de volta ao Cesário. Esperem

08-.A Pagina da Previdência Social esta com graves Problemas, difícil navegar por ela: Isso é de vez em quando. O que será ei

Vou ali e volto amanha se deus permitir, ate La

INFORMAÇÃO DO G 1 SÃO PAULO: 20 DE OUTUBRO DE 2014

Dilma tem 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos, aponta Datafolha

Levantamento com 4.389 eleitores foi feito nesta segunda (20).
Margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Do G1, em São Paulo
Pesquisa Datafolha (Foto: G1)
Pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (20) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
Dilma Rousseff (PT): 52%
Aécio Neves (PSDB): 48%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo".
De acordo com o Datafolha, na reta final da eleição, os candidatos continuam empatados, no limite da margem de erro, de dois pontos percentuais para mais ou para menos, mas Dilma aparece pela primeira vez numericamente à frente de Aécio em um levantamento feito após o primeiro turno.
No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 15, Aécio tinha 51% e Dilma, 49%.
Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:
- Dilma Rousseff (PT): 46%
- Aécio Neves (PSDB): 43%
- Em branco/nulo/nenhum: 5%
- Não sabe: 6%
Na margem de erro, os candidatos estão empatados tecnicamente.
O Datafolha ouviu 4.389 eleitores no dias 20 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01140/2014.
Certeza do voto
O Datafolha também perguntou, entre os dois candidatos, em quem os eleitores votariam com certeza, em quem talvez votassem e em qual não votariam de jeito nenhum. Veja os números:
Dilma
45% - votariam com certeza
15% - talvez votassem
39% - não votariam de jeito nenhum
1% - não sabe
Aécio
41% - votariam com certeza
18% - talvez votassem
40% - não votariam de jeito nenhum
2% - não sabem
1º turno
No primeiro turno, Dilma teve 41,59% dos votos válidos e Aécio, 33,55% (veja os números completos da apuração no país).
Encontrou algum erro? Fale conosco

PLANTÃO O COBRA NO AR 20/10/2014

TU PRA LA E EU PRA CA E PRONTO:

 ESTA DECIDIDO O MOURÃO  

DO BLOG DO XERIFE 20/10/2014

Em nota, prefeita de São Francisco do Oeste reafirma apoio a Henrique Alves

henrique gildene
A prefeita de São Francisco do Oeste, Gildene Barreto, através de sua assessoria de comunicação, esclareceu que ela e seu grupo político mantém o apoio ao candidato do PMDB ao governo, Henrique Alves.
Segundo notícia veiculada em alguns setores da imprensa, Gildene teria aderido ao projeto de Robinson Faria (PSD).  Contudo, a prefeita desmente a informação.  “Ganhamos no primeiro turno no nosso município e no estado e vamos repetir a dose com mais votos ainda no segundo turno para Henrique”, afirmou.

VEJA ESTA E OUTRAS NO BLOG POLITICA EM DIA 20/10/2014

MDA E MP APURAM USO INDEVIDO DE MÁQUINAS DO PAC EM ÁGUA NOVA RN.

O município de Água Nova está sendo fiscalizada pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e pelo Ministério Público (MP), por supostamente fazerem uso incorreto das máquinas do PAC que foram recentemente doadas a este município pelo Governo Federal, estas maquinas teriam que estarem exclusivamente a serviço da Agricultura Familiar e que, no entanto, nos últimos dias, foram flagradas em situação de descumprimento ao artigo 4 incisos I,II,III e IV da Portaria de nº 30 do MDA (confira aqui).

André Henrique, assistente técnico da Delegacia Federal do MDA no RN, passou alguns dias na região de Água Nova. Vale salientar que as máquinas eram guardadas em ambiente não propício, haja vista que já foram remanejadas para um local público. As diligências estão sendo feitas pelo o MP e MDA e a prefeitura será notificada, e serão cobradas explicações e medidas cabíveis serão tomadas.

Em Água Nova, estas maquinas foram flagradas em situação de desvio de função, inclusive, usada de forma inadequada como em OBRAS LICITADAS (Campo de Futebol e Praça de eventos) portanto, caberia a empresa licitada fazer a terraplanagem e o aterramento de tais obras.

O MDA espera que a portaria Nº 30 seja cumprida e que o conselho municipal de Agricultura Familiar, e o sindicato dos trabalhadores rurais e toda população sejam fiscais para que a prefeitura faça o uso correto das máquinas destinadas exclusivamente para recuperação de estradas vicinais, e a incrementar a produção da Agricultura Familiar do município.

VER FOTOS




Fonte: http://www.aguanovanews.com/

NA ÉPOCA ERA UM GRUPO ARMANDO, AGORA É UM GRUPO DE R ?

Programa de rádio destaca trajetória de Francisco Julião 

 
A tomada do poder pelos militares, em março de 1964, carrega cicatrizes que perduram até hoje e não são poucas as histórias de quem se doou em defesa da liberdade e sofreu no corpo as torturas promovidas por uma política de estado ditatorial. Àquela época, somaram-se à força militar os conservadorismos de clero, imprensa e parte da elite do País. O antigo regime é ainda cercado de fatos mal esclarecidos e desconhecidos. Em 2014, 50 anos após o Golpe Civil e Militar no Brasil, a Rádio Universitária FM, de Fortaleza (CE), contribui para resgatar a memória do período sombrio que aprisionaria o País numa ditadura de longos 21 anos. Em abril último, o programa Rádio Debate, da emissora, criou uma série especial sobre o Golpe.

Durante as conversas proporcionadas pela série, participaram integrantes de instituições, entidades e grupos como: A Comissão da Verdade das Universidades do Estado do Ceará; o Laboratório de Estudos da Violência (LEV) da UFC; a Comissão Nacional de Anistia (Ministério da Justiça); a Associação 64/68; o projeto "Memória Oral por Verdade e Justiça" (Assembleia Legislativa do Ceará); e o Arquivo Público do Estado. O programa ouviu ainda ex-parlamentares cassados à época do Golpe, ex-presos políticos que foram torturados durante o regime militar, estudiosos que pesquisam, registram e documentam o período, escritores, cineastas que produziram documentários sobre o assunto; e pesquisadores que esmiuçaram os Atos Institucionais impostos a partir de 1964.

Greves, movimentos sindicais e luta de trabalhadores também estão em pauta. No último dia 9/10, a greve dos bancários de 1968 foi o mote da conversa, que trouxe como convidados: Mário Albuquerque (presidente da Comissão Especial de Anistia Wanda Sidou, da Secretaria de Justiça e Cidadania, e conselheiro da Comissão Nacional de Anistia, do Ministério da Justiça); e Benedito Bizerril (coordenador da Fundação Maurício Grabois no Ceará e vice-presidente estadual do PC do B, um dos representantes do sindicalismo bancário no Ceará em 1968).

Francisco Julião e as Ligas Camponesas
Na próxima segunda-feira, dia 20/10, o nono programa da série será reprisado, com a participação do escritor cearense Cláudio Aguiar – romancista, dramaturgo, ensaísta e poeta, doutor em Direito Internacional, autor do livro “Francisco Julião – uma biografia”.

O regime ditatorial brasileiro também levou à prisão o advogado pernambucano Francisco Julião, que foi responsável por importantes conquistas sociais para o campesinato brasileiro. Ele interferiu, significativamente, nos rumos político e social do Brasil no século 20, tendo sido um dos maiores símbolos da luta pela reforma agrária no País.

Após deixar a prisão, Francisco Julião foi incentivado a se exilar e decidiu morar no México com a família, onde ficou até ser anistiado, em 1979. Em 1997, rumou para o México pela última vez e morreu dois anos depois, aos 84 anos. Teve relações profundas com o Partido Socialista Brasileiro (PSB), por onde se elegeu deputado estadual e também federal.

A história do político e líder social é aprofundada agora em mais de 800 páginas na obra “Francisco Julião – uma biografia”. O livro, resultado de 10 anos de pesquisa e entrevistas, vai ser lançado em Fortaleza no próximo dia 22 de outubro, na Livraria Cultura.

SERVIÇO:

Rádio Debate – série especial – 50 anos do golpe civil e militar no Brasil (Programa nº 9 – reprise) Para ouvir a Rádio Universitária FM: Via internet: www.radiouniversitariafm.com.br/online Via rádio: frequência 107,9 MHz (FM) (apenas em Fortaleza-CE) Data e horário: 20/10 (segunda-feira), das 12h às 12h30 Produção: Raquel Chaves e Fátima Babini (bolsista) Apresentação dos programas 1 a 8: Agostinho Gósson Apresentação do programa nº 9: Raquel Chaves Twitter: @radiodebate
FONTE: Universidade Federal do Ceará - Raquel Chaves

TEXTO E FOTO DA CONTAG 20/10/2014

Experiências de base serão destaque no 4º Encontro Nacional de Formação. 

Formação de base para quê? Essa será a pergunta geradora das reflexões durante todo o 4º Encontro Nacional de Formação do MSTTR (ENAFOR), que será realizado de 10 a 14 de novembro, no Centro de Treinamento da CNTI, em Luziânia/GO.

O 4º ENAFOR irá oportunizar e privilegiar a troca de saberes e fazeres formativos dos mais de 800 participantes envolvidos diretamente nas experiências de base municipal/ comunitária. As Federações irão identificar essas experiências a partir de uma orientação comum da CONTAG.

A programação prevê a realização de oficinas temáticas e pedagógicas, rodas de conversa, feiras de trocas, mostra pedagógica, lançamento de publicações, além de momentos lúdicos e de integração. A abertura e leitura das cartas dos participantes do 3º ENAFOR ocorrido em 2011, para os participantes do 4º Enafor, deverá ser um dos momentos marcantes, bem como, as apresentações culturais, o espaço da memória dos 50 anos de formação sindical protagonizado pela CONTAG, os cirandões, dentre outros.

Durante o 4º ENAFOR também acontecerão três importantes comemorações, o lançamento da 5ª Marcha das Margaridas, do Ano Internacional da Agricultura Familiar, Camponesa e Indígena (AIAF/CI-2014) e dos 50 anos da CONTAG.

O secretário de Formação e Organização Sindical da CONTAG, Juraci Souto, diz que duas questões importantes estão gerando uma grande expectativa: o público selecionado e as experiências de base. “Como o ENAFOR é um momento reflexivo e propositivo que visa aprimorar cada vez mais as ações formativas da CONTAG, identificamos um avanço muito grande agora com a presença da ENFOC já nos municípios e nas comunidades rurais. Tanto é que no 1º módulo do Curso Nacional desse ano nós tivemos em torno de 70% do público originário de sindicatos e comunidades e de pessoas que nem são dirigentes sindicais, são apenas associados aos sindicatos. Então, a Escola está conseguindo chegar exatamente onde nós queremos que ela chegue. Até porque é lá na comunidade que as pessoas vivem e trabalham”, explica. 

Para o dirigente, a outra grande expectativa diz respeito às experiências de base que serão selecionadas. “Se o público predominante do 4º ENAFOR é de base, nós também estamos trazendo para serem debatidas as experiências realizadas nos municípios e comunidades. Serão experiências que contemplam, que mudam e que dialogam diretamente com a comunidade. Então, acho que esses dois itens (público e experiências de base) farão a diferença no ENAFOR. Eles fortalecerão, cada vez mais, essa ideia de que a Escola precisa estar onde as pessoas moram e em suas vidas, fazendo a mudança a partir dali. E é claro que há uma expectativa grande de que a política formativa da CONTAG se consolide na própria Confederação, nas Federações, nos Sindicatos e nas entidades parceiras. Acho que esse vai ser uma grande encontro, não só no tamanho, mas também na qualidade”, acredita Juraci.

INFOGRÁFICO EM DESTAQUE

Perfil dos(as) participantes do 4º ENAFOR:

• Total: 800 participantes; • 70% serão lideranças de experiências de base;  • No mínimo 50% de mulheres; • No mínimo 30% de jovens; • 15% dirigentes das FETAGs;  • 10% participantes da CONTAG e da equipe de organização;  • 5% entidades parceiras.  

FONTE: Imprensa CONTAG - Verônica Tozzi

PLANTÃO O COBRA NO AR 20/10/2014


Resultado de imagem para foto de um assalto

O BLOG COLUNISTA NOSSOPARANARN, NOTICIA UM ASSALTO PRA BANDAS DE LUIZ GOMES, MAIS PRECISAMENTE NAS PLACAS AS MARGENS DA BR 405 DIVISA COM A PARAÍBA.

A RAPAZIADA LEVARAM 8 MIL REAIS DE UM POSTO DE GASOLINA, ERAM 4 RAPAZES, DEVIAM ESTA A SERVIÇO. QUE COISA EI   

PLANTÃO O COBRA NO AR 20/10/2014

Pesquisas não divulgadas, divulgação de Pesquisas atrasadas entre outras coisas enchu vaiadas da Politica no Rio Grande do Nortes, perpetua a manipulação dos menos esclarecidos da vida cotidiana dos Abutres.



É minha opinião  

TEXTO ENVIADO PELA PROCURADORIA GERAL DA REPUBLICA 20/10/2014

MPF/RN entrega aos candidatos orientações sobre transição no Governo

Dentre as orientações estão formação de equipe de transição, rigor na observância na lei de licitações e nas prestações de contas de convênios federais

O Ministério Público Federal entrega nesta segunda-feira, 20 de outubro, aos dois candidatos ao Governo do Rio Grande do Norte, documento contendo orientações sobre algumas cautelas a serem observadas por aquele que for eleito, quando da transição de governo. Segundo o procurador da República Kleber Martins, que assina os documentos, a razão de o MPF se antecipar ao próprio resultado é o fato de que, após as eleições, restarão apenas dois meses para a transição no cargo. Isso, associado às festividades de final de ano, poderia comprometer a adequação da medida caso o MPF aguardasse a formalização do resultado final.

O objetivo do documento é o de evitar que irregularidades sejam cometidas contra o patrimônio público, levando o Ministério Público Federal a ter que mover processo judiciais por crimes e atos de improbidade.

“As orientações têm, em princípio, objetivo pedagógico e preventivo, mormente porque a experiência tem demonstrado que grande parte dos gestores que sofrem processos judiciais alegam que cometeram os ilícitos a eles imputados por desconhecimento e inexperiência em alguns assuntos de extrema importância para a gestão estadual, a exemplo de licitações, contratos administrativos, receita e despesa pública, obras públicas e prestação de contas”, ressalta o texto.

Indicar à atual governadora uma Equipe de Transição de Governo Eleito (ETE), em até cinco dias após o resultado das eleições, está dentre as medidas recomendadas. A ETE deve ser formada por pessoas capacitadas, com poderes para requisitar todas e quaisquer informações da Equipe de Transição de Governo em Fim de Mandato. Terá, ainda, que elaborar relatório com eventuais irregularidades e remetê-lo ao Ministério Público Estadual e Federal, Tribunal de Contas da União e do Estado, até o final de março de 2015.

Além disso, o documento alerta para a necessidade de promover licitações antes da contratação de empresa para o fornecimento de produto e serviço, salvo quando for efetiva e comprovada hipótese de dispensa ou inelegibilidade. Todos os documentos de tais processos licitatórios devem ser preservados para a obrigatória prestações de contas (art. 11, IV, da Lei 8.429/92).

As orientações serão entregues aos candidatos na sede da Procuradoria da República no RN. Às 10h será a vez de Robinson Faria e às 12h Henrique Eduardo Alves.

Rosalba - Além dos candidatos, o MPF também entregará à atual governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, documento semelhante, com foco voltado, principalmente, para a preservação da documentação de convênios.

“Mostra-se imprescindível que o governador que deixa o mandato garanta condições para que haja a continuidade dos atos da administração pública, em especial com a permanência dos serviços essenciais prestados à população, com a guarda e manutenção dos bens, arquivos, livros e documentos públicos em seu poder, sendo que agir negligentemente na conservação do patrimônio público constitui, em tese, o ato de improbidade administrativa previsto no art. 10, X, da Lei 8.429/92”.

Confira, aqui, a íntegra das orientações.

http://www.prrn.mpf.mp.br/grupo-asscom/noticias-internet/mpf-rn-entrega-aos-candidatos-orientacoes-sobre-transicao-no-governo

Assessoria de Comunicação
Procuradoria da República no RN
Fones: (84) 3232-3960 / 9119-9675



    

DOCUMENTAÇÂO PARA ENCAMINHA SALARIO MATERNIDADE OU AUXILIO DOENÇA

DOCUMENTAÇÂO PARA ENCAMINHA SALARIO
MATERNIDADE OU AUXILIO DOENÇA

-. Certidão de Nascimento ou Casamento;
-. CPF, Identidade, Carteira Profissional e Titulo Eleitoral;
-. Prontuário Familiar;
-. Requerimento de Matricula dos Filhos, se tiver;
-. Ficha de Emergência, se tiver;
-. No caso de auxilio doença Atestado Médico.
-.No caso de Salário Maternidade Declaração de
Nascido Vivo e Certidão de Nascimento.
-. Carteira do Sindicato, se tiver, não tendo será
necessário fazer; para fazer a inscrição no sindicato,
trazer 2 fotos 3 x 4 e os documentos citados
-. Guia de Contribuição Sindical; se tiver;
-. Incra Atual da terra onde trabalha;
-. Contrato de Parceria ou Comodato Rural;
-. Declaração do Proprietário;
-. No Mínimo um documento contemporâneo
que prove ser agricultor(a)
-. Declaração de 3(Três) confrontantes da terra
onde trabalha e copia ITR de cada um deles

OBS: 02 Xérox de Cada Documento

Postagens populares